21 de mai de 2009

Irmãs Marcelinas



O carisma, o estilo de vida, de família, o método evangelizados de viver formando e educando mais com a força do amor e do exemplo, do que com muitas palavras, foram ações vivenciadas nos 70 anos de vida de Santa Marcelina (327-397), em Cernusco perto de Milão.
Baseando-se no seu exemplo de vida, surgiu, em 1838, na mesma cidade, a Congregação das Irmãs de Santa Marcelina, fundada pelo Bem Aventurado Luís Biraghi para levar adiante os serviços aos irmãos em educação, saúde, assistência social, obras paroquiais e missionárias nesses 170 anos de fé e obras.
Presentes na Europa (França, Inglaterra, Suíça, Albânia e Itália, em 14 cidades, totalizando 20 comunidades), na América do Norte (Canadá, Estados Unidos e México), na África, na América do Sul (Brasil, em 16 cidades brasileiras com 26 comunidades), as Irmãs Marcelinas cumprem seu papel enfrentando tantos desafios, mantendo-se sempre fiéis aos princípios e ideais biraghianos.
Educar seguindo o ritmo e os sinais dos tempos é o grande segredo que perpetua a qualidade dos serviços prestados e contribui para a formação de cidadãos comprometidos com uma sociedade mais justa e fraterna.
A Congregação Marcelina em Rondônia
Com a chegada das primeiras Marcelinas: Irmã Rosa Gambella, Irmã Maria Giovana, Irmã Dolores e Irmã Libera, em 1975, a convite do Pe. José Sardo para assumirem a Comunidade Jayme Aben Athar em Porto Velho, marcam o início da missão da Congregação com atendimento às pessoas hansenianas, que necessitavam de um ambiente propício para tratamento e recuperação, com generosa caridade.
Em 1976, as Obras Marcelina ultrapassaram os limites da comunidade e chegam no Bairro Meu Pedacinho de Chão. onde foi construída uma Creche, a fim de atender os ribeirinhos,os filhos das mães menos favorecidas, que eram obrigadas a trabalhar fora o lar para garantir o sustento d família.
Finalmente, em 1978 a Creche Santa Marcelina é concluída, iniciando suas atividades com 50 crianças. Em 1979, preocupadas com os afazeres das crianças que ficavam dispersas depois do período escolar, fundam a OSEM (Orientação Sócio Educativa ao Menor), onde se desenvolviam atividades d apoio pedagógico, cursos ocupacionais diversos e formação religiosa, sendo beneficiados aproximadamente 300 crianças e jovens.
A Instituição, na área educacional, atende um universo de mais de 5.300 alunos em suas diversas unidades, sendo referência e qualidade e formação integral das crianças e jovens em sua cidadania e espírito cristão.
Fonte:Santa Marcelina Embratel. Agenda 2009

Artigos Relacionados

0 comentários: